MEDICAÇÃO SISTÊMICA - ANTIBIOTICOS

3.4. ANTIBIOTICOS

            Os antibióticos em linhas gerais são medicamentos fabricados por processos laboratoriais exclusivamente ou adquiridos a partir do isolamento de microorganismos, com a finalidade de promover a inibição do desenvolvimento (bacteriostático) ou morte bacteriana (bactericida).

            Na Endodontia sua indicação fica frente a processos infecciosos, principalmente quando este vem acompanhado de edema. É utilizado também em pacientes, onde se tem indicação de antibioticoterapia profilática.

            Sua atuação sobre os diferentes tipos de bactérias é conhecido como espectro de ação, podendo ser sobre:

Bactérias G+: vivem mais em meios ácidos, e possuem sua parede celular maior.

Bactérias G-: possuem parede celular menor.

Bactérias Aeróbias: necessitam do ar para sobreviver, podendo ser restritas ou facultativas.

Bactérias Anaeróbias: não necessitam do ar para sobreviver, podendo ser restritas ou facultativas.

O grupo dos antibióticos pode ser dividido em: beta lactamicos, aminoglicosideos, macrolideos, clindamicina, quilomonas, metronidazol, tetraciclina e polimixina B, no qual iremos discutir um a um.

3.4.A. BETA LACTÂMICOS

            São dos grupos de antibiótico bactericidas de menores efeitos adversos, atuam sobre o anel beta lactâmico localizado na parede celular provocando sua lise. São as penicilinas, que segundo Armonia, Tortamano (1998) 10% da população é alérgica a estes antibióticos, sendo que estas reações podem ser graves na proporção de 1/20000, os autores afirmam que quando o paciente é alérgico a um tipo de penicilina é sensível a todas as outras, sendo necessário o conhecimento dos grupos de antibióticos para se estabelecer uma opção.

As penicilinas se dividem em quarto grupos a saber:

Penicilinas naturais: como Benzetacil® e Pen Vê Oral®, espectro de ação sobre bactérias G+ somente, porém não são resistentes à penicilinase – enzima bacteriana no qual promove inativação da penicilina.

Nome comercial

Princípio Ativo

Apresentação

Uso

Posologia

Benzetacil®

Penicilina G

1 amp

Adulto

IM

Penicilinas resistentes à penicilinase: como Oxacilina e Dicloxacilina, possuem espectro de ação sobre as mesmas bactérias das penicilinas naturais porém são resistentes à penicilinase. Seu uso prolongado pode ocasionar em problemas hepáticos. 

Penicilinas Semi-sintéticas: Entre elas:

- Amoxicilina: espectro de ação em G+ anaeróbias e aeróbias e algumas G-, não são resistentes à beta lactamase, e nem à penicilinase. Sua associação com o Clavulunato de potássio a torna resistente a beta lactamase e a penicilinase, mas não são anti pseudomona aeroginosa.

-Ampicilina: espectro de ação em G- em maior escala, pseudomonas e enterococcos.

Nome comercial

Princípio Ativo

Apresentação

Uso

Posologia

Binotal®

Ampicilina

500 mg c/ 12 cp

Adulto

6/6 hs

Amoxil®

Amoxicilina

500 mg c/ 21 cp

Adulto

8/8 hs

Penicilinas Sintéticas: são as chamadas cefalosporinas, bactericidas mais utilizados no mundo, resistentes à beta lactamase, e subdivididas em 4 gerações:: 

-1ª.Geração: espectro de ação maior em G+, e algumas G-, são mais susceptíveis a tecidos moles, podemos citar cefadroxil e a cefalexina. Porém traz como principal efeito adverso a nefrotoxidade.

-2ª.Geração: espectro de ação em G+ aeróbias, G- aeróbias e anaeróbias, são ineficazes à pseudomonas aeroginosa. Muito eficiente a germes orais anaeróbios, porém é nefrotóxico. Podemos citar cefaclor e zinnat®.

-3ª.Geração: espectro de ação em G+ e G- tanto anaeróbias quanto aeróbias de ambos os grupos, eficazes à pseudomonas aeroginosa. Possuem boa penetração nas meninges, porém traz como desvantagem o seu efeito retardado devido alimentação. Podemos citar: cefetamet e piroxil.

-4ª.Geração: seu mecanismo de ação é muito semelhante às outras cefalosporinas, isto é, inibem a síntese da parede bacteriana celular. Apesar de atuar em G+ e G-, e ser eficaz ás pseudomonas aeroginosa, possui ma maior afinidade às paredes G-, podemos citar o Cefpiroma.  

Nome comercial

Princípio Ativo

Apresentação

Uso

Posologia

Cefamox®

Cefadroxila

500 mg c/ 8 cp

Adulto

12/12 hs

Keflex®

Cefalexina

500 mg c/ 8 cp

Adulto

6/6 hs

Ceclor®

Cefaclor

500 mg c/ 10 cp

Adulto

12/12 hs

 

3.4.B. AMINOGLICOSÍDEOS

            São os segundos os antibióticos bactericidas mais usados no mundo, espectro de ação em G- aeróbios, porém inibem a síntese proteica bacteriana. Podemos citar neste grupo a neomicina.

3.4.C. MACROLÍDEOS

            São bacteriostáticos de baixa toxicidade, espectro de ação atuante em G+ aeróbios e anaeróbios, G- anaeróbios, e são ineficazes à pseudomona aeroginosa. Também inibem a síntese protéica bacteriana. Podemos citar a azitromicina, eritromicina (potencializa o efeito dos corticóides e pode causar arritmia cardíaca) e a claritromicina.

Nome comercial

Princípio Ativo

Apresentação

Uso

Posologia

Zitromax®

Azitromicina

500 mg c/3 cp

Adulto

1 ao dia

Klaricid®

Claritromicina

500 mg c/ 10 cp

Adulto

12/12 hs

3.4.D. LINCOSAMIDAS 

            São bacteriostáticos de espectro de ação atuante também em G+ aeróbios e anaeróbios, G- anaeróbios, e ineficazes à pseudomona aeroginosa. São as clindamicinas.

Nome comercial

Princípio Ativo

Apresentação

Uso

Posologia

Dalacin C®

Clindamicina

300 mg c/ 16 cp

Adulto

8/8 hs

3.4.E. QUINOLONAS

            São bactericidas, no qual inibem a síntese bacteriana através da duplicação do DNA. Espectro de ação atuante em G+ e G- aeróbias e pseudomona aeroginosa. Mais utilizadas em infecções do trato genito urinário. Podemos citar a ciprofloxacina e a norfloxacina.

Nome comercial

Princípio Ativo

Apresentação

Uso

Posologia

Cipro®

Ciprofloxacina

500 mg c/ 6 cp

Adulto

12/12 hs

Floxacin®

Norfloxacina

400 mg c/ 14 cp

Adulto

12/12 hs

3.4.F. METRONIDAZOL 

            Espectro de ação atuante em germes anaeróbios e em protozoários, é muito utilizado com associações de outros agentes. É grande sua prescrição em Periodontia. Podemos citar o Flagyl® e o Periodontil®.

Nome comercial

Princípio Ativo

Apresentação

Uso

Posologia

Flagyl®

Metronidazol

400 mg c/ 24 cp

Adulto

12/12 hs

Periodontil®

Metronidazol +  espiramicina

250 mg c/ 20 cp

Adulto

8/8 hs

3.4.G. TETRACICLINA 

            São bacteriostáticos somente para bactérias anaeróbias, causa alta resistência bacteriana, além de ser hepatotóxico. O principal causador de amelogênese imperfeita, trazendo manchamento de esmalto, porém este efeito só é possível quando o indivíduo estiver em fase de formação dentária, isto é, pouca idade, ou na vida intra uterina, que o contra indica para pacientes gestantes.

            Este medicamento não pode ser tomado com leite nem sob efeito de hidróxidos, pois, sua absorção depende de um meio ácido, o que seria impossibilitado em um meio alcalinizado ou neutro. Podemos citar o tetrex® a terramicina® e a vibramicina®.

Nome comercial

Princípio Ativo

Apresentação

Uso

Posologia

Tetrex®

Tetraciclina

500 mg c/ 8 cp

Adulto

6/6 hs

3.4.H. POLIMIXINA B 

            São bactericidas que atuam no rompimento da membrana celular bacteriana, com espectro de ação em G- e pseudomonas, porém possui alto efeito tóxico. Podemos citar o otosporin®.

 


<<voltar